Screenshot_19.png
sexybc.com - useme (2).gif
sexybc.com - imobiliaria.gif

Bem, tenho pernas grossas e apesar de ser magra, sou bem definida. Cabelo ondulado e curto, seios pequenos e muito tesão.
Isso aconteceu semana passada, quando peguei o ônibus para a faculdade. Eu estava de saia, e não tinha lugar pra sentar.
Então como a faculdade não é tão longe, já fui para perto da porta de trás do ônibus. E acabou que logo em seguida desocupou um lugar. E me sentei lá. Desastrada que sou, não percebi que minha saia tinha subido e mostrado bastante da minha coxa, quase aparecendo a xoxota (por baixo da calcinha, é claro). Quando eu fui ajeitar, vi que o cara que tava sentado do meu lado estava olhando. Ao mesmo tempo que não me senti confortável, a cara que ele fez me deu um tesão enorme. E eu perguntei: o que foi? Gostou?? E ele disse sim, posso ver melhor?
Eu fiquei sem graça e como o banco de trás tinha acabado de ficar vazio acabei indo pra lá, mudando de lugar. Pois não é que o cara levantou e ficou em pé do meu lado?
Confesso que nessa hora eu já tava sentindo minha buceta toda molhada. E quando eu tô com tesão fico irracional. Acabou que encarei o pau dele, e era volumoso demais. A calça de moletom já estava com uma gotinha aparecendo, o pau estava me querendo igualmente.
Conforme o ônibus balançava, ele começou a roçar em mim. As vezes encostava no meu rosto. Eu juro q tava tão excitada que se ele colocasse aquele pau pra fora era capaz de eu chupar.
O que aconteceu foi: as pessoas já estavam percebendo. Mas ele olhou pra mim e disse, posso fazer algo? Vai ser rápido. Eu não tô aguentando.
E eu nem tive tempo de responder, ele abaixou a calça muito rápido e pegou minha cabeça e enfiou a piroca na minha boca. E na mesma hora eu senti a porra dele saindo bem quentinha. Eu não aguentei e gozei na mesma hora, sem nem ele encostar na minha buceta.
Eu acho que vou me lembrar desse dia pra sempre. Eu sempre quis foder em um ônibus. E continuo querendo. (Por contoeroticoprive)

    Sou alta, com 1,77 m, morena, cabelos castanhos curtos, olhos castanhos, sou divorciada, sem filhos, moro sozinha num apartamento na mesma região do hospital.

    Tenho seios grandes e volumosos, cintura fina, coxas grossas e bunda grande. Gosto de homem de pau grosso. Os lábios vaginais bem desenvolvidos e um Monte de Vênus avantajado formam uma pata de camelo bem aparente e, creio, é minha marca registrada.

    Em junho deste ano fui promovida e para comemorar decidi convidar as duas minhas colegas de trabalho mais antigas, ambas casadas, para comer pizza e tomar vinho no meu apartamento, num sábado no começo da noite.

Chegaram no horário combinado, com um presente surpresa. Me abraçaram e me cumprimentaram pela promoção. Meio ansiosas disseram com cara de safadas:       Você não vai abrir o nosso presente? Vou abrir já, respondi. Rasguei o papel e abri a caixa. Surpresa. Dentro da caixa havia produtos eróticos, a saber: 1 pênis de borracha com 20 cm – 1 cinta peniana – 1 lubrificante e 1 chocolate com formato de pênis. Caímos na gargalhada.

    Abrimos uma garrafa de vinho e ficamos conversando na sala. Claro que o assunto principal era homem. Depois um tempo decidimos pedir as pizzas.

Comemos as pizzas acompanhada de vinho tinto e depois fomos para a sala para continuar bebendo vinho e batendo papo.

    Num dado momento, a Sueli disse: Você não nos mostrar a sua coleção de filmes pornô? Claro que sim e me levantei para mostrar a minha coleção de DVDs pornô, que eu adoro. Nos sentamos no sofá, eu no meio e cada uma delas no meu lado.

    Logo que o filme começou as minhas convidadas ficaram vidradas e comentava: que pica tem esse cara, maravilhosa, deliciosa. Eu adoraria ser fudida por um cara com esse pau enorme.

Acho que nos três já animadas por quase três garrafas de vinho, começamos a nos tocar e a trocar beijos. Elas tiraram a minha camiseta e o meu sutiã e beijavam carinhosamente os meus peitos, chupavam os biquinhos e lambiam o meu pescoço e orelhas. A Sueli meteu a sua língua na minha boca e chupou bem gostoso.

    A Carla abriu a minha calça e meteu a mão no meio das minhas coxas, querendo chegar até a minha calcinha.

Arrancaram a minha calça e fiquei só de calcinha branca. Ao me ver só de calcinha, a Sueli disse: Vamos usar os seus presentes agora. Você quer experimentar os seus brinquedos novos? Quero, respondi já com a calcinha úmida de tesão.

    A Sueli ficou ajoelhada na minha frente, abriu bem as minhas pernas e começou a beijar as minhas coxas e depois a buceta sob a calcinha molhada.

Enquanto isso a Carla disse no meu ouvido:

    Hoje você vai ser comida por um macho diferente, sua putinha safada. Você vai gemer bem gostoso e vai pedir mais pica nessa bucetona, sua piranha.

    A Sueli tirou a minha calcinha e começou a chupar delicadamente a minha buceta. que chupada deliciosa. Só mulher sabe chupar buceta daquele jeito. ela colocou os seus lábios bem suave no meu grelo e ficou passando a pontinha da língua. Fiquei doida de tesão. Gritava: isso sua vadia, sua cachorra, chupa meu grelo, chupa meu grelo sua cadela. puta que pariu que delicia.

    As duas ficaram peladas e me chuparam até os pés. quando senti dois dedos na minha buceta não aguentei e gozei.

    Agora nos vamos fuder essa pata de camelo, disseram.

   A carla colocou a cinta peniana, instalou o pênis grosso e pediu para eu chupar aquela pica de borracha.

   A Sueli sentou em mim e mandou eu chupar a buceta dela. Enquanto eu chupava alucinada aquela buceta carnuda, senti a cabeça da rola na entrada da minha buceta.

   A Carla foi enfiando aquele caralho grande e grosso. ela dizia: toma nessa buceta gostosa, sua puta, sua vadia. Ela meteu aquele monstro todo na minha buceta e ficou bombando. Goza sua vaca, goza no seu macho, quero sentir o seu gozo na minha pica, sua vagabunda bucetuda.

   Eu gritava: isso sua biscate safada mete gostoso, mete tudo nessa bucetona, me faz gozar sua safada.

   Ao sentir que ia gozar eu meti a cara na buceta da sueli e chupei alucinada, ela gemeu e gritou: eu vou gozar, caralho, eu gozar, chupa essa buceta que eu vou gozar, e gozou.

   Eu não aguentei e também gozei naquele caralho. quando eu disse que estava gozando, a Carla enfiou aquela pica inteira na minha buceta e parou dizendo: puta que pariu eu também gozei, caralho que delicia.

   Descansamos um pouco e resolvemos comer a sobremesa. era aquele pau de chocolate. dizíamos uma para a outra: só pode chupar, não pode morder. E enfiávamos aquele pau doce na boca uma da outra. ficamos sujas de chocolate e fomos tomar banho.

    Depois do banho, nos despedimos com abraços e beijos.

    Adorei a minha FESTINHA ÍNTIMA. (por MariaFernanda - contos eróticos).

Sou alta, cabelos negros, olhos verdes, corpo esculpido com uma bunda gigantesca que encantou a minha prima quando estávamos no mar de biquíni.

Minha prima é loira, magra, corpo de modelo e tem um olhar de sapeca de quem precisa experimentar tudo antes dos 20 anos.

Naquela tarde de sol estávamos na casa de nossos avós e fomos a praia, minha prima olhava para minha bunda com muito tesão, e eu aquela altura estava gostando e me exibindo com meu rabão gostoso.

Chegamos em casa a vovó preparando o café mandou a gente ir direto para o banho juntas, naquele momento eu já imaginava que seria um banho delicioso.

Minha prima sem perder tempo pediu para tirar meu biquíni e para mim tirar o dela, em seguida ela começou a passar o sabonete sobre minha pele e com rapidez e deliciosamente tocou em minha buceta com força e vontade, foi lavando e passando os dedos bem devagar e me fazendo ir a loucura, ela se abaixou e passou sua língua por toda buceta num vai e vem sem parar, tive um orgasmo intenso, minha buceta latejava de prazer, peguei os seios dela com força e me deliciei chupando aqueles peitos gostosos, ela já gemendo coloquei minha mão na sua buceta gostosa, enfiei meus dedos e fui sentindo o veludo macio e gostoso da buceta da minha prima, agachei e chupei aquela deliciosa e rapidamente ela veio ao orgasmo.

Saímos do chuveiro com gosto de quero mais, porém a vovó não poderia desconfiar das suas netas insanas e putinhas. (por meuscontoseroticos.com)

Screenshot_12.jpg

Sou uma ruiva de 20 aninhos, linda e fogosa. Eu e meu namorado somos um casal que gosta de putaria. Desde que eu pedi pra ele arregaçar meu cu, me tratar igual uma puta na cama, tudo ficou melhor, somos mais liberais…

Eu sou muito liberal, do tipo safada mesmo, sem frescuras.

Resolvemos expandir nossas putarias e fomos atrás de alguém que quisesse fazer parte do nosso prazer….

Conhecemos uma garota que estava interessada em ser nossa amiga para todas as diversões, uma morena linda… Ela é uma novinha de 19 anos, magrinha, cabelo longos, olhos castanhos, seios empinados e com um rabo tão gostoso que me deixa ate molhadinha ao relembrar…

Sempre tive Fetiche por mulheres, por Sexo Anal e beber porra, acho que sou bem cachorra mesmo!

Me certifiquei em encontrar uma amiga para nós tão safada quanto eu, para que pudesse aproveitar nossas safadezas.

Convidei esta linda morena para fazer o primeiro passeio juntas, como boas amigas putas, apenas para provocar e excitar nossa amiguinha gostosa…

-Meu namorado ordenou: As duas vão passear com plugs entalados no cuzinho!

Nós adoramos a ideia. Ele baixou nossas calcinhas, chupou nossos vizinhos, passou lubrificante e inseriu os plugs anais!

Poderíamos ter feito uma putaria naquele exato momento mas ele disse que a diversão a três seria adiada, pois ele precisava do meu cu e o dela relaxados pra mais tarde. Que delícia – pensei…

Eu e ela  fomos ao shopping fazer compras, com aqueles plugs no cu. E quanto mais nós andávamos no meio daquela gente a adrenalina aumentava, o tesão de estar fazendo algo sacana era surreal.

Não pude resistir e disse: “Ei, vamos entrar no provador dessa loja, quero pôr meus dedos na teu bucetinha e provar o gosto“…

Entramos no provador e eu arranquei a Calcinha vermelha que ela estava usando, enfiei meu dedos em sua buceta apertada. A cadela estava toda meladinha implorando pra eu masturbar-la.

– Ela implorava dizendo: “Me chupa, por favor! Quero sentir sua boca na minha buceta, Eu sei que você está louca pra por a boca no meu sugar meu grelo…”

Fiquei louca de tesão, aquele plug no meu cu me deixava com mais prazer (queria o meu namorado ali arregaçando meu cu enquanto eu fazia ela gozar).

O clitóris dela estava inchado, eu botei a boca ali e suguei com vontade, enfiei dois dedos nela enquanto lambuzava a boca naquela buceta linda. Fiz aquilo até o momento em que ela gozou…

Então retirei os dedos lambuzados e chupei pra experimentar o gosto dela, foi nesse momento que ela me puxou e me beijou para dividirmos o sabor daquele mel de buceta!

Ordenei que ela ficasse de 4. Eu retirei o plug do cu dela pra admirar o quão arregaçado o brinquedo deixou aquele cuzinho rosa… Dei uma cuspida dentro e chupei seu cuzinho recém arregaçado, era tão saboroso.

A vadia não podia gemer alto ou então seríamos pegas.

Eu tive prazer em ver ela se contorcendo toda. Após me satisfazer naquela leve tortura prazerosa, peguei o plugs de Camila, limpei com a boca, deixei bem melado e devolvi ao cu dela.

Meu cu estava piscando de tesão mas eu estava guardando pra matar minha vontade de putaria no Sexo a três!

Fomos pra casa, onde meu namorado estava nos esperando para a nossa noite de prazer. Ele ordenou que ficássemos nuas na cama e foi o que fizemos!

Eu e ela começamos a nos beijar, ela chupou os meu peitos e foi descendo até a buceta, onde sugou meu grelo com vontade, dizendo:

“Delícia de buceta rosa!”

Ele deu tapas no rabão guloso e socou piroca na buceta dela sem dó. Eu aproveitei pra fazer ela sofrer enquanto ele socava nela, eu apertava os mamilos dela com força.

A vagabunda estava louca de tesão, eu amei ver meu macho montando a piroca naquela vadia, queria ver ela arregaçada, do jeito ela merecia!

Fizemos um 69, ela com a boca na minha buceta e eu sugando seu grelo, enquanto meu macho continuava arregaçando aquela buceta. Pedro decidiu retirar o plug do cu dela, vendo aquele cu rosado pedindo rola, não resistiu, deu uma cuspida e socou sem dó no cu dela. Ele tirava o pau do cu dela e mandava eu mamar várias vezes e ficava apreciando aquela visão; Eu mamando o pau dele recém tirado do cu da nossa puta e o cu dela todo aberto. Pedro sentia prazer em tirar e socar o pau todo pra vadia sentir o caralho entrando novamente e rasgando as pregas dela.

Depois de ter se satisfeito com o cu dela, ele sentou na cama… Então fizemos um boquete em nosso macho, mamei ele com vontade e fiz ela mamar também!

Após aquela mamada maravilhosa, era a vez dele arregaçar meu cu!!

Fiquei de 4, abrindo bem o rabo. Ele então retirou o plug do meu cu, mandou Camila mamar o pau e socou sem dó no meu cu, enquanto ela mandava eu sugar o grelo dela.

Ele socava tão forte que até sentia dor mas era com prazer e fazia minha buceta pingar, toda melada. Deixei ele socar no meu cu a vontade,até achar que estava arregaçado o suficiente.

– Então ele disse: Vou gozar no teu cu, minha puta!

– Eu respondi: A sua puta quer que você goze no cu da nossa convidada, quero beber porra direto do cuzinho.

– Ele ordenou: Vai sua puta, abre esse cu pra eu gozar!

Ela obedeceu e abriu o cu… A rola entrou fácil pois o cu estava bem arrombado e ele gozou dentro dela.

Fiquei louca de tesão pois tenho fetiche em beber a porra que escorre do meu cu e sempre tive vontade de beber leitinho do macho escorrendo do cu de outra mulher. Que tesão!

Botei minha boca no cu dela e aquele líquido denso e branco, o leitinho do meu macho escorreu do cu dela pra minha boca! Eu bebi toda aquela porra como uma boa putinha!

Essa foi uma das melhoras fodas que já tive!

Com certeza a melhor sensação foi ficar arregaçada e beber porra do cu arregaçado de nossa amiga, tesão extremo!

Meu macho, eu e nossa puta com certeza vamos repetir a dose. E eu com certeza quero beber mais porra do cu dela e ela vai beber do meu! (por meuscontoseroticos.com)

Certo dia fui me encontrar com um ex numa rua deserta a algumas quadras da minha casa, chegando lá ficamos normalmente até q ele me levou num canto e começou passar a mão pelo meu corpo (seios, Bunda e xoxota) eu fiquei Cheia de tesão e botei a mão nas calças dele e comecei masturba-lo, q pau gostoso, o maior e mais gostoso q já provei,so por isso as vezes Transo com ele, enfim… Começou a chover e eu resolvi ir embora, pois ali não dava pra rolar nada além… Nisso ele me levou a 2 quadras de casa e foi embora.

Do nada aparece um carrão do meu lado e um cara me chamando, qndo olho era um gato de uns 25 anos, Malhado, tatuado e MT lindo, falou q tava me observando (não sei qual parte ele viu) e que queira me falar de um tratamento estético q ele fazia e se eu qria fazer e depois divulgar o resultado, ele falava com conhecimento e pediu pra eu entrar no carro, eu relutei pq desconfiei de cara, mesmo achando q aquele Deus grego era MT pra mim… Mas ele era lindo e depois dele insistir, não resisti e entrei.

Não deu outra, eu tava de vestido, logo ele começou alisar minhas pernas, supostamente analisando e falando do tal tratamento estético, logo ele levantou meu vestido e abriu minhas pernas, e eu já sem ar e completamente molhada, qndo dei por mim ele ja estava com a mão na minha virilha, puxou minha minúscula calcinha pro lado e deu um gemido, em seguida passou o dedo na minha buceta e sentiu como estava molhada, logo com uma mão arreganhou os meus grandes labios e com a outra mao meteu um dedo e depois 2, nossa q delicia!! Ele começou a movimentar os dedos tão gostoso, logo eu estava delirando e ele chupando meus peitos e me fudendo com os dedos… Até q eu comecei a passar a mão no pau dele por cima da bermuda e ele parou Td e botou o pau pra fora, eu cai de boca no pau dele q delicia chupar akele Deus grego, minha buceta ta latejando só de lembrar.

Depois apesar do carro ser preto e com os vidros todos fumê, ficamos com medo e ele dirigiu pra um lugar deserto, enquanto eu o masturbava, chegando lá, chupei mais um pouco akele pau delicioso enquanto ele me mastubarva, logo ele me deitou e veio por cima e começou a pincelar com o pau na minha buceta ensopada, eu já tava louca de tesão e ele sarrando o pau no meu grelo, doida pra ele meter pedi q ele colocasse a camisinha e ele pediu pra sentir mais um pouco minha buceta quente, eu deixei e do nada ele me penetrou de uma vez só,com força, fui ao delírio gemendo feito louca, ele continuou metendo num movimento delicioso, me comeu gostoso e logo gozei, ele continuou por uns 5 minutos e de repente ele parou e ficou dentro de mim, do jeito q eu tava com tesão e lubrificada a ponto de escorrer, não sei se ele gozou dentro de mim ou não, isso pq nunca deixei ninguém gozar dentro.. Até hj tenho a duvida, só sei q ele parou e o pau amoleceu um pouco, então acho q ele gozou.

Em seguida ageitamos nossas roupas, sem conversar ele me levou até a rua onde me encontrou, me deu seu cartão de visita, eu desci, fui embora e nunca liguei, achei o face dele mas nunca add tbm. (por meuscontoseroticos.eco.br)

Screenshot_13.jpg

Olá pessoal, vou contar pra vocês minha primeira experiência virtual. Sou branquinha, cabelos longos e castanhos,1,58 de altura, 49 Kg, olhos castanhos, peitos médios e bunda pequena. Há alguns meses conheci um homem (moreno, alto, cabelos e olhos castanhos e beem dotado… se é que me entendem) pela internet e nos demos bem logo nas primeiras horas de conversas onde já estávamos falando sobre sexo. Começamos com um jogo de perguntas e respostas, onde cada hora um fazia uma pergunta picante para o outro, até que por fim, esse meu amigo, que aqui irei chamá-lo de Mateus, me disse o seguinte: “Gabi, feche os olhos e imagine essa situação: nós dois em um jantar de amigos, você vestindo um vestido preto, curto que mal esconde sua bunda quando senta, com um super decote, que mostre boa parte dos seios, um salto super alto e super bem produzida. Em determinado momento da noite você sai e traz a calcinha de renda vermelha que estava usando e sussurra em meu ouvido, como estava incomodando, resolvi tirar, você guarda pra mim??” – Nesse momento já estava me masturbando cheia de tesão imaginando a cena exatamente como ele descrevia, eu tocava meu clitóris e a cada minuto ficava mais excitada e molhada.Ele continuou: “quando recebo a calcinha já fico de pau duro imediatamente, e imaginado todas as putarias que poderia fazer com você, dou uma desculpa esfarrapada para os amigos e vamos em bora. Dentro do carro, você começa a chupar meu pau, que já está latejando de tanto tesão e a cada parada no sinal eu lhe masturbo, fazendo você gemer alto” – a essa altura já estava com dois dedos enfiados na minha buceta, entrando e saindo… “vou dirigindo o mais rapido possivel e quando guardo o carro na garagem do predio peço para você descer e me esperar. Eu desço, lhe pego pelos cabelos, lhe encosto no carro, levanto o vestido e coloco meu cacete, já duro e melado na sua buceta, que o recebe sem dificuldades” – Já estava louca e frenética, com 3 dedos enfiados na xoxota, entrando e saindo rapidamente.Ele continua: “começo a bombar, cada vez mais rápido e mais forte, enfiando até meu saco bater em você, enquanto aperto seus seios, lhe fazendo gemer de prazer, até que anuncia que irá gozar” – eu começo a enfiar os dedos cada vez mais forte, mais fundo, e mais rapido, e sinto o gozo chegando, começo a tremer e gemer cada vez mais alto… “vou metendo cada vez mais forte e rapido, fazendo você sair do chão de tanta força que faço, até que anuncio que vou gozar, tiro meu pau da sua buceta, faço você se ajoelhar e chupar meu pau até eu gozar, o que não leva nem 30 segundos, você bebe meu leite todinho e ainda lambe meu cacete para sentir o gosto do seu mel”- acabei gozando umas 3 vezes imaginando realizar isso. No final estava com as pernas moles e com a cama toda molhada pelas gozadas que dei. (por meuscontoseroticos.eco.br)

Screenshot_14.jpg

Constantemente quis fazer sexo com um travesti . Dessa maneira falei disso com meu companheiro e ele topou . Numa rua do centro da município alguns travestis faziam ponto aguardando clientes interessados rodamos bem lentamente por alguns minutos , afinal de contas éramos um casal . Ao passarmos de novo por eles , uma delas , e bastante bonita se insinuou pra gente exibindo o belo corpo e um abrangente alegria . Simpatizamos na momento e a abordamos perguntando se ela topava sair com nós o qual ela aceitou sem pestanejar , entrou no automóvel e partimos em procura de um motel . Ao longo o trajeto nos apresentamos e Lua nos contou que era nova na município  , gostei dela de cara . 

 

Ao chegarmos no motel deixei que Lua tomasse a iniciativa , afinal de contas ela era uma profissional e eu não sabia bem como agir , ela se despiu ficando apenas com uma tanga minúscula seu corpo era  admirável ,  exibia as marcas do biquíni , os seios eram médios e lindos , firmes e redondos . 

Meu companheiro logo se incendiou ao analisar Lua semi nua , acariciou seus seios eu vendo aquela coisa não me contive, me aproximei dela e beijei seus seios , para meu abalo senti que Lua se derreteu ao meu toque , logo ela começou a me despir e agradecer minhas caricias . 

 

 Meu companheiro ficou louco de tesao vendo  , tirou a tanguinha de Lua e por isso vimos o quanto ela aparecia excitada , seu pau estava duro , ela não parava de gemer , coloquei uma camisinha  e comecei a chupar o seu pau com desejo , enquanto isto meu companheiro lambia a minha bucetinha que a esta altura ardia de tesao.

Lua gemia e me acariciava ,logo ela me puxou para si e me beijou na boca , amei aquela coisa , ela me beijou bastante , e queria mais , foi descendo para os meus seios no qual ficou por alguns minutos e foi descendo mais , até alcançar na minha bucetinha e ficar de quatro , se colocando para meu companheiro que já estava louco pelo cuzinho dela . 

Ele se posicionou atrás dela segurando pela cintura, começou a bombar primeiro lentamente , em seguida foi ficando mais rapido, bombeou com vigor no cuzinho dela diversas vezes fazendo Lua gemer e se contorcer de prazer . Mudamos depressa de posiçao e fizemos um trenzinho , fiquei  de quatro e Lua meteu o seu pau na minha bucetinha enquanto meu companheiro comia o cuzinho  dela. 

 

 Foi uma transa bastante deliciosa ,. Meu companheiro continuou a bombando no cuzinho dela até  Lua gozar bem gostoso, eu  não tinha acabado , por isso meu companheiro se livrou da camisinha que usava na Luana. E meu companheiro começou a chupar a minha bocetinha bem devagar , Lua por sua vez se posicionou ao meu lado me beijando todinha.

Foi uma doce tortura , eu fiquei rebolando e querendo que meu companheiro me chupasse com mais vontade . Foi o que ele fez, o gozo veio com uma intensidade bem  forte , enquanto gozava agarrei Lua pelos cabelos e suguei com vigor a sua boca . Caimos exaustos e satisfeitos os 3 lado a lado .

 (por langalist.com)

Screenshot_15.jpg

Tenho 20 aninhos, sou ruiva, linda e gostosa. Eu e meu namorado Pedro, somos um casal que gosta de putaria. Meu namorado sabe que eu sou vagabunda na cama, do tipo que gosta de ser usada pra sexo, acho delicioso. Talvez eu seja mesmo uma tarada!

Recentemente fomos à um bar com Igor, um amigo do meu namorado. Esse amigo que sempre olhava minhas curvas de maneira avassaladora quando Pedro não estava por perto.

Ao chegarmos no bar, pedimos logo umas doses de vodka pra quebrar o clima e o papo fluir. Conversamos sobre trabalho, relacionamento, sobre a vida e etc… Conversa vai, conversa vem e lá se foram muitas doses de vodka e tequila.

Eu já estava bem animada e molhadinha, o álcool me deixa com tesão. Sem perceber que estava sendo indiscreta, falei alto: “Pedro, por favor vamos, eu quero que você coma meu cuzinho até ficar arregaçado!”

Igor engasgou com a bebida que estava tomando, ficou surpreso com o que eu disse e respondeu: “Pedro, caralho… Que sorte você tem, queria ter uma namorada que implorasse tão gostoso pra eu comer o cu dela.”

Pedro ficou excitado com a situação e as possibilidades de putaria que surgiram naquele momento e respondeu à Igor: Sou um cara de muita sorte, minha putinha é sensacional mesmo, tem o cuzinho mais gostoso que já comi. Você devia experimentar.

Aquilo me deixou excitada e confusa ao mesmo tempo. Só conseguia pensar que minha boca queria mamar, minha buceta estava molhada e meu cuzinho piscando. Eu estava muito animada!

– Perguntei a Pedro: Tenho o cuzinho mais gostoso que você já comeu, amor? Você acha que ele devia experimentar pra saber se é realmente verdade?

– Pedro respondeu: Ora, se ele topar e se você tiver vontade experimentar duas rolas te comendo, arrombando você todinha, podemos fazer essa sacanagem!

Igor estava surpreso com as putarias que estávamos falando ali, mas naquele altura, todos nós estávamos bêbados e muito excitados […]

– Igor retrucou: Está falando sério irmão? Quer que eu coma a Paola junto com você? Teria algum problema se eu aceitar?

– Pedro respondeu: Somos um casal liberal, gostamos de putaria, irmão. Por que não experimentar? Além do mais, a Paola é muito putinha, merece duas pirocas arregaçando ela.

Fiquei extasiada pois nunca havia experimentado uma foda com dois homens. A idéia de ter uma piroca entalada no cu e outra na minha buceta parecia maravilhosa…

Igor aceitou nossa proposta e fomos ao motel mais próximo do local. Na minha embriaguez eu só conseguia pensar em uma coisa: Putaria!

Chegando no quarto de motel, fui logo tirando minha calcinha, mandei os dois baixarem as calças e fui logo mamando. Fiquei surpresa com o tamanho da piroca de Igor, agora eu teria que dar conta de pirocas grandes me comendo.

Eu alternava em mamar na rola do meu macho e rola de Igor, que por sinal estava muito tarado! Ele segurava minha cabeça e fazia com que eu engolisse todo o seu pau, até engasgar.

– Igor: Que puta, safada. Não queria mais uma piroca? Então toma piroca na boca, engole tudo!

Após mamar gostoso, mandei Pedro deitar na cama pra que eu pudesse sentar na rola.

– Pedro falou: Vou socar na buceta e você come o cu dessa vagabunda. Pode meter sem dó, arregaça bem que ela gosta de tomar no cu! Enquanto Pedro socava forte na minha buceta, Igor dava linguadas no meu cuzinho, eu estava indo a loucura, quando então ele deu uma cuspida no pau e socou tudo sem dó no meu cu!

– Gritei gemendo alto: Ai filho da puta, meu cu não vai aguentar!!!

– Igor respondeu: Toma piroca no cu, safada, pode gritar! Vou socar tudo, gostosa rabuda!

– Pedro: Você está tomando onde, hein, minha puta?

– Respondi gemendo: Tô tomando no cuzinho e na buceta, amor!

O pau do Igor é muito grosso, estava fazendo u rombo no meu cu. Os dois estavam me comendo a vontade, socando sem sem dó, enquanto eu gemia gritando de prazer. Gozei pelo cu e pela buceta!

A melhor sensação foi estar sendo satisfeita por dois machos e estar sendo usada pra satisfaze-los. Tesão mútuo.

Igor ficava tirando o pau pra ver o estrago que havia deixado no meu cu e ainda dava uma cuspida dentro. Pedro socava forte na minha buceta sem piedade, independentemente se eu era a namorada, pois naquela noite eu era a puta deles.

Fizemos 69, eu com o pau de Igor todo entalado em minha garganta, ele chupando minha grelo e Pedro comendo meu cu!

– Pedro dizia ironizando: Depois de tomar tanta piroca no cu, vai ficar bem arregaçado, ein sua puta? Toma no piroca no cu!!!

Após se satisfazer comendo meu cuzinho, Pedro deitou na cama e mandou eu mamar ele enquanto Igor me comia.

Meus gemidos eram abafados e quase não conseguiam ser ouvidos, pois eu estava com a piroca do meu macho toda entalada na boca e sendo fodida por trás.

Depois de me comerem bastante, queriam gozar… – Disse de um jeito bem safado: Quero que os dois gozem no meu cuzinho!

Fiquei de 4 na cama bem aberta, com o cu todo arregaçado, implorando por porra. Pedro veio primeiro, socou gostoso e gozou. – Igor disse: Abre bem esse cu que eu quero gozar!

Socou com força e também gozou dentro. Eu podia sentir meu ânus transbordando porra quente, que tesão do caralho! Não podia desperdiçar aquele leitinho, queria beber tudo!!

Pedro foi até o bar do motel e trouxe um copo de shot… Eu empurrei todo aquele leitinho que estava no meu cu pra dentro do copo.

Os dois ficaram me olhando de jeito bem safado, enquanto eu tomava a toda a porra deles que saiu direto do meu cu recém arregaçado.

Bebi tudo, como a boa puta safada que eu sou. Estou muito orgulhosa de ter ficado com o cu arruinado e arregaçado! (por contosadultos.club)

MÚSICAS COM CARINHO PRA VOCÊ